ARTIGOS

A importância em ter um Condomínio Forte


Nos últimos anos, em especial em algumas regiões e bairros da cidade do Salvador, Bahia, houve a expansão imobiliária e o surgimento de grandes condomínios clube e a verticalização dos “Novos Lares” tornou cada vez mais importante o conceito de morar em condomínios que ofereçam estrutura completa de lazer, bem estar e segurança aos moradores e quem ali convive ou esteja só de visitando, cada vez mais verdadeira.


As construtoras com os novos padrões de condomínios pensaram em quase tudo, no quesito esporte temos: quadra de futebol com grama natural, quadra de tênis, quadra de basquete com tabela de acrílico, quadra de squash com piso importado, piscina com borda infinita, aquecida e raia para os nadadores de plantão, academias com os mais modernos e sofisticados equipamentos. Para o bem-estar dos moradores tem sido ofertado: área zen com ofurô, sala de massagens, sauna seca e a vapor, cinema, pista de cooper. Na questão segurança: portaria blindada ou remota, portão com clausura, sistema de abertura automática para veículos, biométrica, alarmes, CFTV com infravermelho e leds, barreira sonora nos murros, bastão de ronda noturno e até segurança armado. Isso tudo para manter os proprietários, sem que esses percebam, dentro de uma redoma de vidro.


Mais para que tudo isto funcione bem e esteja tudo limpo, em ordem os condomínios precisarão de "PESSOAS", sim pessoas. Porque são os colaboradores capacitados e habilitados para desempenhar cada função com as competências e habilidades necessárias para atender as regras e normas descritas em cada um dos Regimentos Internos de seus condomínios, porque fazer cumprir com responsabilidades as exigência e sobretudo, compreender e seguir o novo Código Civil e, dessa forma, manter o padrão de alta qualidade e padrões estabelecida pelo Condomínio.


Estes colaboradores podem tanto ser contratados de uma empresa de administração de condomínios ou colaboradores orgânicos (contratados diretamente pelo condomínio), sempre observando seu histórico profissional, sua capacidade técnica funcional, intelectualidade e habilidade para o bom desempenho da função a qual foi contratado.


O condomínio não funciona sem uma equipe treinada e capaz de realizar todas as suas tarefas de forma planejada e organizada com eficiência se não for bem acompanhada. O papel do administrador ou gerente condominial é fundamental para o sucesso desta empreitada.


O sindico precisa sempre promover treinamentos, reciclagens e capacitação para todos os seus colaboradores para que assim possa manter um padrão de serviço com alta performance, além, lógico de que essas ações promovem a motivação e valorização da equipe.


E não esqueça: um colaborador mal preparado pode gerar prejuízos jurídicos, operacionais, materiais e pessoais para o seu Condomínio!



Marcos Hide

Consultor condominial, pesquisador nas áreas da Administração e Gestão Ambiental, escritor e palestrante